sábado, 23 de março de 2013

Educação e novas tecnologias da comunicação e informação

Estivemos durante uma disciplina dialogando com estudantes do curso de pedagogia 2011 sobre Educação e novas tecnologias da comunicação e informação. Naqueles dias,  refletimos, debatemos e tecemos críticas a diferentes aspectos de conhecimentos no contexto mencionado, realizamos pesquisas, produzimos conhecimentos em diferentes meios  de comunicação. Os estudantes, agora tem uma última atividade, que é acessar este espaço para ler uma entrevista de Nelson Pretto e tecer seus comentários. Para isso terão que acessar aqui o  link: http://educacao.atarde.uol.com.br/?p=9497  e após a leitura, escreverem no bloque seu comentário.

23 comentários:

  1. O uso da tecnologia na escola é muito importante, pois mostra o avanço nos meios de comunicação e que esse avanço pode ser utilizado por professores e alunos como forma de interação, produção e troca de conhecimentos. No entanto é necessário fazer mudanças no ambiente escolar; formar professores e incentivar os alunos à usar essa ferramenta digital para uso escolar, a fim de adquirir conhecimentos pedagógicos.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Nelson Pretto, no que se diz respeito ao poder da mídia, dos instrumentos de novas tecnologias que oferecem à escola a possibilidade de se mostrar; de mostrar os conhecimentos ali produzidos, e também a possibilidade de mostrar um pouco da cultura local ao mundo. Achei muito interessante quando ele faz a seguinte colocação “Não queremos a internet nas escolas mas as escolas na internet”...
    E é realmente isso. Já vi em canais educacionais, na televisão, trabalhos produzidos por alunos... Alunos produzindo conhecimento de maneira criativa. Achei muito legal saber como os alunos e professores de outros estados andam trabalhando!.... A TV Escola e a TV Cultura de quando em quando mostram projetos em escolas e universidades pelo Brasil. Eu, como futura professora, adoro esse tipo de conteúdo oferecido pela mídia, é muito rico em conhecimento e, de certa forma, vai me ajudar quando eu estiver trabalhando em sala de aula.

    Rayani Farias

    ResponderExcluir
  3. As tecnologias da comunicação vem se aprimorando cada vez mais, e isso e fato, não podemos negar, a tecnologia está em toda parte. Concordo com o que diz: Nelson Pretto, em entrevista ao A Tarde Educação. onde ele fala da inclusão digital nas escolas nos dias de hoje. Pois a inclusão digital vai muito mais além, do que inserir as pessoas nas máquinas e nas redes,a escola tem a função de forma cidadões, e não de formatar indivuduos para operarem máquinas. As tecnologias devem sim, ser usadas em sala de aula. mais de forma a contribuir, com o desenvolvimento do indivíduo respeitando a valorizando sua formação cultural. Os professores hoje em dia devem estar em constante formação, afim de poder ampliar seus conhecimentos e acompanhar o crecimento tecnologicos.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Em meu ver a comunicação tecnológica nas escolas se bem supervisionadas tende a ter bom êxito e incentivo na busca de novas fontes de conhecimentos. As crianças e jovens procuram incentivo a inclusão digital torna-se alvos das expectativas infantis e o jogo que outrora era importante passa a ficar em segundo lugar pela necessidade de novas pesquisas e experiências.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com Nelson Pretto quando diz que a tecnologia é uma ferramenta de produção do conhecimento, e assim mostrar a escola como uma instituição que cria ambientes colaborativos de aprendizagens e desenvolvimento de habilidades.

    ResponderExcluir
  7. A inclusão das mídias é uma ótima opção para estimular os alunos, para interagir tanto com o conteúdo quanto com o professor. Com essas ferramentas podemos ter grandes facilidades para o ensino e aprendizagem.

    ResponderExcluir
  8. O ponto de vista que Nelson Pretto destaca é bastante interessante, pois o uso das mídias em sala de aula traz um interesse maior do aluno em buscar aprender a utilizar essas tecnologias, e ao mesmo tempo faz com que o aluno se desenvolva no conteúdo oferecido pelo professor.
    Acho que o Estado deveria investir mais nesse modelo de ensino, pois sabemos na prática o quanto é produtivo estudar com essas ferramentas. Não é verdade meninas?

    ResponderExcluir
  9. A meu ver, o papel das tecnologias nas escolas são muito importantes.Pois com essas tecnologias os alunos, estarão produzindo e recebendo conhecimentos.É sim um grande desafio, mas com professores bem preparados e um ambiente escolar bem planejado para poder fazer uso desses recursos tecnológicos teremos uma educação em comunicação com o mundo.E com a inclusão desses meios de comunicação e informação, as escolas estarão inclusas na chamada cultura digital.Pois concordo com que disse Nelson Pretto sobre a inclusão de novas tecnologias nas escolas.

    ResponderExcluir
  10. Falar de tecnologia na educação é sempre um desafio:Pois já se sabe que pode ser um recurso pedagogico muito válido, porém adimitir que essas tecnologias possam fazer parte do curriculo da escola: requer muito esforço do profissional para aceitar que esta possa contribuir para o aprendizado.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. É interessante quando o Nelson Pretto faz a colocação, que as tecnologias pode ser um instrumento muito forte para o aprendizado, porém descordo quando alimentado esse instrumento não interrompe no interese do aluno com os livros e a leitura destes, a fascinação do universo tecnologico neste momento chega ser mais interessante do que os livros feitos de papel. o incentivo tem sim ser fortificada tanto das implantação dessas tecnologias nas escolas como objeto de desenvolvimento e aprendizado quanto o incentivo a leitura através de livros de papel.

    ResponderExcluir
  13. Concordo plenamente com Nelso Pretto quando ele diz que a tecnologia passa a ser uma ferramenta auxiliadora na produção do conhecimento, ou seja, as tecnologias no ambiente escolar. Abrangendo assim várias redes de comunicação, desde aqueles menos até os mais utilizados, dependendo da faixa etária que se queira atingir um determinado grupo de uma sala de aula, por exemplo. E o mais importante de tudo isso é a tentativa de introduzir o professor e o aluno num mundo contemporâneo, através desse tipo de experiência de adotar a tecnologia como uma nova forma de metodologia eficaz no processo de aprendizagem do aluno, mas claro, medidas desse tipo exige esforço de vários lados, tanto do governo para enviar verbas às escolas para a compra desses utensílios tecnológicos, na adequação da parte física da escola, cursos específicos que preparem os professores para administrar esse tipo de aula ligada a tecnologia, enfim, planejar e ao mesmo tempo colocar em prática tudo isso para que na frente tenha excelentes retornos na educação brasileira.

    ResponderExcluir
  14. Assim como Nelson Pettro concordo que as tecnologias e as varias formas de comunicação devem se implementadas nas escolas não como suporte para as praticas pedagógicas já existentes, mais sim como ferramenta para a produção de conhecimento no mundo contemporâneo, assim como ele concordo que não queremos internet nas escolas, queremos a escola na internet

    ResponderExcluir
  15. A tecnologia só tem para somar com o desenvolvimento da educação, porque a partir do momento em que o professor consegue trabalhar com a mídia em sala de aula, automaticamente ele está ajudando ele está ajudando o aluno a ser inserido no mercado de trabalho que lhe exige conhecimento, se o aluno não tem acesso ele está a margem. A internet é uma ferramenta que dá várias opções para explicar o conteúdo no espaço de sala de aula, facilitando o entendimento do educando. Quando o professor e treinando para fazer essa comunicação com o seu aluno utilizando a mídia, ele pode estar fazendo contato poe e-mail com o aluno e vica versa.

    ResponderExcluir
  16. Os avanços tecnológicos tem crescido a cada dia, e observamos a grande necessidade da inserção dessas tecnologias no cotidiano escolar. Como Nelson Pretto relata em uma entrevista, A inclusão digital é um tema polêmico. A implantação de novas forma de aprendizado é um desafio, pois não basta apenas a implementação de computadores nas escolas, para um melhor entendimento, apropriação dos equipamentos e para que de fato ocorra a interação dos alunos com a tecnologia, a priori, é necessário a preparação de professores, desse modo, a inclusão digital terá maior utilidade no processo de aprendizagem e na formação de cidadãos capazes de compartilhar informações e interagir com o mundo.

    ResponderExcluir
  17. Concordo com o autor quando ele diz que uma tecnologia não substitui uma outra, apenas muda a maneira de se relacionar. Todas têm um valor que deve ser ajustada a um fim específico, que segundo ele não deve ser utilizada somente como um meio que satisfaça os desejos, mas sim, de forma que possa produzir um verdadeiro significado na produção do conhecimento. Então, tecnologia na escola só tende a contribuir para uma produção do conhecimento de forma democrática e dinâmica, se utilizada com e em prol da sociedade.

    ResponderExcluir
  18. A Pedagogia e a utilização da tecnologia
    A pedagogia prevê um importante relacionamento com a tecnologia avançada do planeta. A tecnologia significa inovação modelo especifico e novas descobertas no meio cotidiano com interação de domínio poder no processo de construção. E a pedagogia tem compromisso com esse fenômeno atrativo, já que necessita em temo a educação.
    Hoje a pedagogia na área educacional com o computador, o educando se atrai navegando no mundo tomando conhecimento das coisas maravilhosas dos níveis educacionais iniciando desde o ensino infantil ate os superiores.
    A tecnologia e pedagogia juntas deixa o cidadão com uma visão ampla e competente em suas metodologias estabelecidas e compreendidas.

    ResponderExcluir
  19. Diante das mudanças que vem acontecendo na sociedade exigem um sistema educacional renovado. O mercado de trabalho precisa de pessoas qualificadas capacitadas com mais conhecimento, mas criativas, desafiadoras, que pensem, tenham iniciativas, autonomia, domínio de novas tecnologias e competência para desenvolves as questões que aparecem no cotidiano da vida. Nesta concepção o educador como mediados metodologias pedagógicas que seja cooperativa, instrutiva, e colaboradora no processo de transmitir esse conhecimento tecnológico tanto digital quanto do meio em vive esse educando. Pois diante dessa realidade, é necessário de que todas as escolas implante este sistema com a visão de forma cidadoas capazes de lidar, de modo critico e criativo, com a tecnologia no seu dia a dia.
    Função de a escola utilizar esse método como meio facilitador do processo de ensino aprendizagem a própria tecnologia com base nos princípios da tecnologia educacional.

    ResponderExcluir
  20. No processo educacional atual, o uso das novas tecnologias esta presente em nosso cotidiano, através das mídias, tanto professores quanto alunos estão conectados direto ou indiretamente, pois, os mesmos possuem aparelhos como:celular, televisores, radio, etc. O educador como mediador, cabe a ele fazer com que os alunos aprendam a descentralizar as informações adquiridas com as novas tecnologias, com isso, passam a dialogar e a interagir uns com os outros, contudo serão capazes de promover mudanças, ser critico, sendo assim um agente transformador. É valido lembrar que para haver mudanças tem que ter a figura principal que é o professor, apesar de haver vários mecanismos que conspirem contra, pois, ainda há professores que não têm acesso a essas novas tecnologias, mesmo assim, tem que repensar sua metodologia de ensino e se adequar e esses novos mecanismos, planejando melhor suas aulas para atender o seu alunado com eficacia.

    ResponderExcluir
  21. Certamente a frase de Nelson Pretto: “não queremos a internet nas escolas mas as escolas na internet”, traduziu muito bem a solução para um conflito recorrente nas aulas, pois a proibição das novas tecnologias no ambiente escolar é uma das medidas mais desnecessárias que o educador pode tomar, haja visto o mundo de atratividade que as mídias oferecem. A questão é ter a maleabilidade de se trabalhar com isso de forma proveitosa, gerando e compartilhando o conhecimento produzido, e sim, é fato que as bibliotecas já não andam tão frequentadas assim, como qualquer coisa isso tem lá seus aspectos positivos e negativos.

    ResponderExcluir

CRIAR, É ALGO INERENTE AO SER HUMANO

Os seres humanos de todos os tempos e lugares foram criativos. Foram criativos na forma de produzir alimentos, vestuários, criação de mecan...